Paul McCartney
Foto: Mary McCartney    

Gravado em "rockdown" disco será lançado em 11 de dezembro e marca 50 anos de carreira solo de Paul

Cinquenta anos após a sua estreia solo, Paul McCartney anuncia o sucessor de McCartney II (1980). Pegando todos de surpresa com a revelação do lançamento, o lendário beatle gravou todo o disco em seu período de isolamento na região nobre de Londres, em Saint John Wood, um período que o mesmo nomeou como "rockdown". 

McCartney III foi feito totalmente de forma solo, com vocais, guitarra, piano e todas as composições feitas por McCartney, que também produziu o álbum. Em nota oficial de seu site, Paul conta como foi o processo de criação do novo álbum:

Eu estava vivendo a vida de lockdown na minha fazenda com a família e eu ia para o estúdio todos os dias. Eu tinha um pouco de trabalho em músicas para filmes e isso acabou virando a faixa de abertura, e aí, quando ficou pronto, eu pensei: 'O que vou fazer agora?’. Eu tinha algumas coisas nas quais eu trabalhei ao longo dos anos, mas, às vezes, o tempo acabava e ficava tudo pela metade, então, eu comecei a pensar no que eu tinha. Todo dia, eu começava gravando o instrumento com o qual eu escrevi a música e aí, gradualmente, ia adicionando camadas; foi muito divertido. Foi sobre fazer música para você mesmo, em vez de fazer música para cumprir um trabalho. Então, eu só fiz coisas que eu gostei de fazer. Eu não tinha ideia de que isso viraria um álbum.  


McCartney III
sucederá Egypt Station, álbum que foi lançado em 2018. O novo disco ainda segue sem grandes detalhes revelados, apenas um pequeno teaser sobre o lançamento que está marcado para 11 de dezembro nas plataformas digitais, CD e LP fabricados pela Third Man Pressing.


Comentários



Publicidade